top of page

Se você não está pronto para ler verdades dolorosas, não leia, vá embora daqui!

Não quero que você me odeie simplesmente por não ter a casca grossa!

Para que serve uma marca registrada?

Aí um belo dia, chega o carteiro com uma correspondência:

Sr. Fulano Beltrano Ciclano!

Proprietário da empresa XXXXXXXXXX CNPJ XXXXXXXXXXXXXX, está sendo notificado extrajudicialmente, pelo uso indevido da marca “MARCANTE”, que está registrada devidamente no INPI sob o numero de processo XXXXXXXXXXX. Caso o uso não seja cessado imediatamente, tomaremos todas as medidas judiciais cabíveis!

Aí você descobre que foi um seguidor seu das redes sociais que viu sua marca lá, tinha conhecimento da importância de se registrar a marca, viu que não existia nenhuma proteção da marca vigente, foi lá registrou e a agora está te notificando de maneira extrajudicial.

E AGORA? Quem poderá me defender?

Você deveria ter me procurado antes de abrir a empresa, ou até antes de começar a vender. Mas, agora o leite já derramou, não tem como voltar no tempo.

Então vou ser direto!

Você tem duas opções:

1ª Atende o pedido, para de usar a marca imediatamente e cria uma nova marca, mas dessa vez registra antes de sair divulgando por aí.

2ª Continua usando a marca e fica esperando o processo judicial e a indenização que vai ter que pagar. No mínimo danos morais, se você tiver sorte. Já se a sorte não for boa com você, as cifras vão crescer e nem mesmo vender a empresa será suficiente para pagar as dívidas que você terá.

No Brasil, somos acostumados a colocar a carroça na frente dos bois! Primeira coisa que o empreendedor Tupiniquim faz é começar o negócio, de maneira informal, pois geralmente está vendendo o almoço para comprar o jantar.

Aí, se a coisa começa a dar certo, ele vai procurar ajuda na Internet, ou vai até o Sebrae. Só aí descobre que seria importante ter um CNPJ, emitir nota fiscal, pagar impostos corretamente para evitar multas e não ser pego pela Receita Federal.

Então tá! Firma aberta! CNPJ OK! Bora criar contas nas redes sociais, investir em Marketing,  site, anúncios online, tornar seu empreendimento famoso, conhecido pelas pessoas e trabalhar muito para chegar ao topo.

Talvez você diga: Ah, mas isso não acontece no Brasil, não sei de ninguém que teve que pagar indenização por uso indevido de marca! Tudo bem, também não conheço nenhum japonês que morreu ontem, mas com certeza vários morreram ontem.... Mas não vou ficar aqui querendo te convencer que a terra é redonda e gira em torno do sol. Vai no Google ou qualquer outro buscador e digita assim: Empresa condenada a pagar indenização por uso de marca”.
 

Vai continuar aí dormindo?

Pode ser que você acorde e o pesadelo vire realidade.

Mas dá pra ficar pior? Dá sim!

Se você vende algum produto, você pode ser processado por PIRATARIA!

Não, você não é o Barba Negra.

Mas olha só isso:

Pirataria é um crime previsto no Código Penal com pena de até quatro anos de prisão e pagamento de multa. Quem consome produtos pirateados também comete crime, com punição de até um ano de prisão.

 

Não inventa moda! Sua mãe dizia isso né? Quando se tratar de registrar a marca, ela estava coberta de razão.

Antes de começar qualquer empreendimento, registrar a marca é IMPRESCINDIVEL!

Eu ajudo as pessoas a garantirem seus direitos sobre suas marcas desde 2018 e estou aqui para te ajudar. Mas eu não quero que chegue na situação terrível que descrevi antes. Vamos fazer tudo certo e legal para evitar dores de cabeça.

Preenche esse formulário aqui, tudo bem certinho!

Ou então me chama no Whatsapp.

Só pra te avisar, eu não vou te mandar mensagens chatas 24 horas por dia só porque tenho seu telefone, também não vou ficar te ligando toda hora. Você quem tem que registrar sua marca, a minha já está registrada faz anos.

Envie-nos uma mensagem
e entraremos em contato em breve.

Obrigado(a)

Inscreva-me

Aqui temos alguns clientes nossos que fizeram o dever de casa e hoje não correm riscos com suas marcas registradas e monitoradas como manda o figurino!

bottom of page